sala VIP

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

vida de professor



Estou gozando as minhas férias em Floriano (PI). Ontem, a noite estava tenebrosa: nuvens negras em movimentos rotatórios pulverizavam, de quando em vez, a cidade, que se quedava em estranho silêncio. Eu e Jorge – um colega que concluiu Licenciatura em Matemática comigo – saímos à procura dos discípulos do álcool da urbe. Notívagos errantes.
Às margens do Rio Parnaíba, o segundo em extensão do Nordeste, encontramos o barzinho das “primas” em atividade. Simpaticamente, uma delas nos atendeu enquanto outras duas continuaram dentro do box de madeira, acirrando uma disputa de conhecimentos. Sorteavam uma letra do alfabeto e, secretamente, cada uma escrevia, iniciando os vocábulos com a letra sorteada, o nome de pessoas, cidades, novelas, objetos, etc.
Eu, Jorge e a jovem empurrávamos cerveja goela a baixo e, concomitantemente, deixávamos gargalhadas agredirem o silêncio da cidade. A nossa mesa é sempre abastecida com frases originais e bem humoradas. De repente, vem uma gritaria de dentro do barzinho e uma das jogadoras, esbaforida, pergunta-me:
- Professor, Júlio, não é com G?
Jorge foi logo me alertando:
- Antonio, não entra nessa disputa cultural...
Fiquei em dúvida sem saber qual das duas defender: ambas eram bonitas e charmosas. Tomei, por impulso, partido:
- Minhas lindas, houve uma reforma ortográfica e, portanto, Júlio pode ser escrito com G.
Falei e me senti um Judas, o traidor da Língua Portuguesa. Continuaram a disputa. A letra i foi sorteada e, logo, a confusão recomeça:
- Professor, Espanha, não é com I?
Como eu já tinha defendido a outra, resolvi dizer:
- Claro, existe a Espanha e, foneticamente, a sua Ispanha.
Jorge não se conteve:
- Só falta, Antonio, você dizer que ilefante é correto!!
De novo, as jovens:
- Professor, Hipopótamo, não é com I?
Não vacilei:
- Já fui professor de Hivo, cujo H foi roubado do Hipopótamo, portanto, o correto é Ipopótamo, sem H!!

51 comentários:

Jão disse...

E sera que valeu a pena essa defesa passando por cima até da Liguna Portuguesa?

Espero que sim.

Abraços
Jão

Franck disse...

É, vida de professor... Mas, vc já está curtindo férias, enqto por cá nem sei qdo farei...
Abçs*

Jorge Jansen disse...

KKKKKKK!!!! Não havia razão pra discordar das "primas"! Por isso que a noite todos os gatos são pardos

Ira Buscacio disse...

Antonio, meu amigo, ainda bem que vc é matemático, pois os Deuses da língua portuguesa devem estar irados ou não, afinal, eles são homens tb e qnd se trata de conquista, até eles sacrificariam o Português.
Adorei!Bjão

valdivino disse...

Amigo o importante é que você ficou do lado das duas! rs

Abraços.

Blogadinha disse...

Beleza nossa a quanto vos obriga... lool
Boas férias!!

ϟ ƒααвy ϟ disse...

Oiie, estou seguindo, me segue tambeem?
http://bloggerfaby.blogspot.com/
Obg *--*

Papéis ONline disse...

Também quero te convidar para passar pelo papéis que é um espaço para difusão dos novos literatos, Estamos com seletiva aberta. Também divulgamos Concurso de poesias e informações interessantes para todos que fazem a nova literatura brasileira

http://papeisonline.blogspot.com/

Antonio José Rodrigues disse...

JÃO, Fernando Pessoa diz: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena". Abraços


FRANK, são só 60 dias de férias! Abraços


JORGE, nesses momentos, a "diplomacia" vence. Abraços


IRA, é melhor a gente deturpar a língua do que ficar sem uma (kkkkk). Beijos poetisa


VAL, foi só uma questão de bom senso. Abraços


BLOGADINHA, até os homens mais inteligentes do mundo fazem besteiras pelas mulheres, ou melhor, por vocês. Beijos


FAABY, obrigado. Seguir-te-ei. Beijos


PAPEIS ONLINE, estarei a visitá-los. Obrigado. Abraços a todos

Laís Araújo disse...

ha muito bom,engraçado!

Se saiu bem nessa!!!!


beijos

Ira Buscacio disse...

Antonio, querido,
A foto é só mais um momento familiar de cachacismo rsrs, mas achei parecida com minha linguagem no Faces e a outra é corujice de vó querendo mostrar ao mundo a cria da sua cria.
Passei pra te desejar um lindo fds.
Bjs

Tami disse...

Obrigada pelas palavras meu amigo!
vc já é muito querido por mim.
beijos e luz!

Déya disse...

É sim tudo vale a pena.. será? sei não!

E quanto a pergunta amigo que vc deixou suspensa lá no meu viver...

Se eu tivesse a resposta não sofreria , rsrsr
mas não tenho e sofro, mas vai passar eu sei que vai, por enquanto tudo doi, por dentro ainda sangra, pouco mais de um ano e ainda sangra...

beijO querido, e até +...

Malu disse...

Antonio, obrigada pelas visitas e comentários sempre generosos.
Curta bem as férias!
Um grande abraço, amigo

JAIR FEITOSA disse...

Olá AJRS.

O bom dessa história é que quem está com a razão são os personagens e não a gramática. Que se dane a gramática e seus impedimentos de comunicação, ora pois.

Numa hora dessas eu também desejaria que as regras gramaticais fossem água abaixo e me deixassem com as duas lá no caís apreciando a cerveja e uma "boa" companhia numa noite como essa.

Um abraço.

Jair Feitosa.

Antonio José Rodrigues disse...

LAIS, obrigado pela visita. Cheguei a pensar que estivesse esquecido de Antonio Jose. Beijos


IRA, associei a arte imitando a vida e vice-versa. Beijos


TAMI, já passei por isso. Juízo. Beijos


DÉYA, deixe de alimentar ilusões e viva a realidade. Beijos


MALU, obrigado. Beijos


JAIR, mais vale uma "prima" na mão do que duas vagando pela cidade. Abraços

LUCIENE RROQUES disse...

Obrigada, foram ótimas as férias.
Legal o texto.
Um abraço.

LUCIENE RROQUES disse...

Sim .Como pode ver está perto.O tempo pouco asveses nos impede de ver, não e mesmo.
O Brasil tem muito a oferecer.
Um abraço.

Majoli disse...

Oi Antonio, passando pra te ler e desejar-te uma boa semana.
Gostei bastante da história, você é divertido.
rsrsr
Beijos.

REGGINA MOON disse...

Antonio,

Grata por sua visita!!Grande beijo e tenha um ótimo dia!

Reggina Moon

José María Souza Costa disse...

Antonio, bom dia
A vida de professor é um colosso.
Aqui em Sampa então, é maravilhosa. Quando agente pede aumento, o Governo não dar. Se agente vai para a Av Paulista reclamar. Em vez do Secretário de Educação, receber-nos, que o faz é a Polícia, com os seus cavalos, cães bem treinados,cacetete, rifles e revolveres. E o piso salarial que está no Congresso que seria de 900 reais, eles apenas nos dão 600 e paoucas pauladas. Professor, é um Colossal. Mas, ainda assim, adoro lecionar. Abraços Querido
fique com DEUS

Anne Lieri disse...

KKK...Saiu-se bem!Afinal estava de férias e temos que relaxar um pouco do giz,do quadro negro e do papel de professor!..rsss...Muito legal seu texto!Bjs,

Antonio José Rodrigues disse...

LUCIENE, acho que moramos no Paraíso. Obrigado. Beijos


MAJOLI, obrigado. Volte sempre. Beijos


REGGINA, obrigado. Beijos


JOSE, verdades vergonhosas. Abraços


ANNE, seja bem-vinda novamente à blogosfera. Beijos

AyméeLucaSs disse...

Afinal de contas, voce conseguiu conquistar alguma depois desta?
Onde ja se viu uma coisa desta! Aposto que se fosse homens eles estavam ferrados com a sua satira, em vez com elas deu a gloria permitindo que estragasse a nossa lingua! kkkkkkkkk

Eu deixei uma marca registrada horrivel no blog de um amigo, rsrsrs eu escrevi desprezo bem assim: despreso, rsrsrs ta certo neh professor? rsrsrs O que me responde?
Quando entrei la para reler quase morri de tristeza ao ver que pessoas poderiam pensar que errei... Preciso de sua certeza, preciso que me diga que eu acertei, kkkkkkk

Aleatoriamente disse...

Antonio é maravilhoso para mim entrar e comentar no teu cantinho, sem aquele aviso, que não pode abrir o site.
Teu texto sempre muito interessante.
É muito bom vir aqui.
Aproveita tuas férias amigo.
Um beijo.

Fernanda.

AyméeLucaSs disse...

Voltando aqui para dizer que errei novamente em um outro blog, kkkkk
Eu queria dizer que a pessoa era inimitavel e disse que era imitavel. O que fazer em um caso desse professor? Tem salvaçao?
Eu escrevo, releio e depois ao postar vejo que nao tem mais remedio que cure,la se foi mais um de meus erros que passaram despercebidos destruindo aquele ser, onde queria dar a gloria dei foi um soco no estomago dizendo que suas escritas todos conseguem fazer igual. kkkkk


Preciso de seu conselho. Vivendo aqui eu to errando muito?! Talvez possa dar esta desculpa neh? Dizer que estou esquecendo o portugues porque entrou na minha cabeça outra lingua que bagunçou os meus pensamentos, hehehe

Olha depois do seu recado la,te enviei um pequeno email, kkkkkkkkkkk bem pequenino!
Beijos

Izabel Lisboa disse...

Ok professor, estou aprovada no vestibular poético, mas não vá implicar com o Z do meu Izabel que ele tem história!!! kkkk Vou postar um texto que escrevi sobre esse Z e você entenderá... Beijão e Parabéns, seus textos são ótimos, maravilhosamente tragicômicos!
Izabel

Antonio José Rodrigues disse...

AYMÉE, nada que um "bom" português não resolva! (rsrs). Já cometi erros grsseiros em comentários. De imediato, retornei e fiz outro comentário satirizando com muito humor o primeiro. Deu certo. Li o seu "pequeno" e-mail. Beijos


FERNANDA, obrigado. Fico feliz com o seu retorno. Beijos


IZABEL, sempre pensei nesse Z, mas achei descortesia lhe perguntar. Bom que vc vai esclarecer. Obrigado. Beijos

Izabel Lisboa disse...

Antonio, não se trada de um esclarecimento sobre o Z, mas de uma defesa! rsrsrsr aguarde...

Izabel Lisboa disse...

Antonio, olha aí o link para a historinha do meu querido Z que escreví em 2009:

http://blogdabellisboa.blogspot.com/p/meu-izabel-e-com-z.html

Abri uma nova página no blog para postá-la.
Beijozzzzzz rsrs

Luiz Neves de Castro disse...

Antonio, é sempre um deleite apreciar suas crônicas. Como também sou matemático, achei sua atitude corretíssima. Primeiro: nunca desagradar uma mulher, e segundo: um matemático de mente brilhante sempre tem resposta pra tudo, mesmo nas situações mais bizarras. Um grande abraço

Izabel Lisboa disse...

Veja só, Antonio, Audice tornou-se a mistura de Adilsom com “já disse”!!! rs Existem muitas dessas histórias bizarras nos registros dos nomes em cartório, não é mesmo?! No meu caso foi exatamente isso, mas tomei tanto apreço por esse meu Z que ele já faz parte de mim! rsrs
Beijoz, muitos beijoz com Z!!!
Ps. Desculpe não ter habilitado a caixa de comentários do post “Meu Izabel é com Z”. Pura desatenção minha. Já está disponível.

Antonio José Rodrigues disse...

IZABEL, li a história do seu particular Z, letra interstícial de seu nome que lhe provoca orgulho por ser diferente. Vc tem o meu Zeloso apreço. Não há desculpas, menina, achei foi muita elegancia de sua parte em reeditar o texto.Beijozzz


LUIZ, obrigado pela generosidade. A gente desenvolve uma lógica alfanumérica que facilita muito a comunicação verbal do cotidiano. Uma maravilha!! Abraços

Ira Buscacio disse...

Antonio, querido amigo, te desejo uma boa viagem, dias felizes e que regresses logo.
Um grande beijo

Lisiane Pohlmann disse...

Aqui há que se valer daquela expressão:

"E o salário, ó!"

Rsrs

Beijão

ONG ALERTA disse...

As vezes precisamos fazer opçóes...beijo Lisette.
Boas férias...

Iram M. disse...

Antonio, morri de rir.
Parece piada. Muito boa.
Que presença de espírito, heim!

Férias, é? Huuuum, que inveja!

Beijo e aproveite!

Aline disse...

kkkkkkkkkkkkkk
Adorei o bom humor (ou seria "umor", professor????)
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Abraços
obrigada por sempre comentar no meu blog!

Hana disse...

Olá querido amigo José, amei seu post, e vida de professor é deste jeitinho mesmo, rss uma graça, e olha estava com saudades do seu espaço fantástico, pena amigo que estou sem tempo pra poder te contar sobre o projeto, mas logo que eu puder e escrevo, obrigada pelo carinho lá no harmonia...o Professor posso escrever harmonia sem o H, rsss abração querido amigo.
com carinho
Hana

Elcio Tuiribepi disse...

Amigo...isso é que chamo de raciicinio rápido...rsrs
Sendo assim te deixo um abrazo com Z...rs

Elaine Castro. disse...

Enfim consegui postar aqui, rsrsrs.
Passando para desejar-lhe um ótimo dia.

Beijos.

max weber thorenson disse...

Professô tem fé sô?

Antonio José Rodrigues disse...

IRA, obrigado. Estou de volta. Beijos


LISIANE, a frase ficou melhor do que a crônica. Obrigado pela visita. Beijos


LISETTE, vivemos tomando decisões. Nem sempre acertamos. Obrigado pela visita. Beijos


IRAM, são os ossos do ofício. Só faltam 30 dias de férias. Beijos


ALINE, nesse caso umor fica perfeito. Gostei. Beijos


HANA, obrigado. Estou esperando... Beijos


ELCIO, a gente pensa para o existir ficar charmoso. AbraZos


ELAINE, obrigado pela ilustre presença. Beijos


MAX, tô só fazendo a minha istória. Obrigado pela visita. Abraços

Majoli disse...

Bom Dia Antonio.
Meu amigo, como não sei se você volta ao blog para ver minhas respostas aos comentários deixados, vim até aqui.
Sim, lá no facebook, vivo mesmo rodeadas de amigos que me querem bem, mas o Desabafo que rabisquei lá em meu blog, não se refere a nenhum deles.
Não choraminguei...rsrs...foi somente um extravasar de emoções, pois recentemente tive decepções em relação a amizade.
Mas é assim que a gente vai aprendendo a conhecer melhor as pessoas que nos rodeiam.
Vou passar a me doar mais, primeiramente, a mim mesma, depois ao meu próximo.
Quem sabe assim as decepções, quando acontecerem, não me atinjam de forma tão dolorosa.

Bem, um beijo no teu ♥.
Boa terça-feira.

Anne Lieri disse...

Antonio,passei para reler seu belo texto e desejar uma boa semana!Bjs,

Sam disse...

Meu querido professor,

Beijos e coração agradece sempre o carinho que pousa por lá, em meu chão, mesmo nas minhas ausências.

Estou numa fase laboriosa de minha vida, mas aos poucos retorno aos abraços desses tantos anjos que aqui encontrei.

Abraços, flores e estrelas...

Antonio José Rodrigues disse...

MAJOLI, entendi. Obrigado. Beijos


ANNE, obrigado. Beijos


SAM, compreendo. Paz e conforto ao seu poético coração. Beijos

Anna Amorim disse...

Antonio,

Adorei teu humor!

Beijos,

Dayse Sene disse...

Hummm! Nem me diz, sobre vida de professor. Fui professora 30 anos pelo Estado, há quase seis aposentada. Fui também professora de matemática sem curso superior, e me aposentei sem curso superior.
Ensinei de quinta a oitava séries... passei com 96 a nota do Estado( avaliação individual do professor). E me lembro lendo seu texto, que professor acaba sendo professor, até nas feiras do mercado, supermercado, quanto mais em barzinhos...
pois onde ia, sempre tinha um aluno e ou pais de alunos abordando-me para saber de "coisas" de escola. Aff...
Mas valeu a experiência.. aprendi a gostar de matemática.
Mas a questão ai das brincadeiras, as mocinhas estão precisando estudar mais, pois estão meio fracas a meu ver, rsrs...palavras simples e não estão sabendo. Pode ser também, que na pressa de escreverem o nome primeiro, se embaraçam nas letras e acabam ficando na dúvida.
Mas mesmo assim , é divertido...e elas foram onde acreditam que sabem mais, o professor...(risos).
Uma manhã de tranqüilidade para você.
Abraços e afagos.

Dayse Sene disse...

Tem homenagem esperando por você em meu blog...vá lá conferir , tudo bem? Beijos.
http://blog.daysesene.com/2011/02/para-voce.html

Adriana Alencar disse...

Ai essa reforma! Eu amo a língua portuguesa e literatura, mas até eu me confudo com as alterações. Depois de 40 anos escrevendo de um jeito é díficil aprender de outro!
Abraço,
Adri

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...